Síndrome de couvade: sintomas de gravidez no homem

Conhecida como gravidez fantasma, a síndrome de couvade não é considerada uma doença, mas um conjunto de sintomas vivenciados pelo homem que será pai em breve

Homem abraçando a barriga de uma gestante
Ellen Cristie
Ellen Cristie25, Maio - 20216.3 minutos de leitura

É normal que o casal vivencie um turbilhão de emoções durante a gravidez, principalmente a mulher, que abriga outro ser dentro da barriga durante cerca de 270 dias. Quando o homem envolve-se emocionalmente com a gravidez da mulher, é possível que ele desenvolva os mesmos sintomas que ela, especialmente no caso do primeiro filho.

Conhecida como gravidez fantasma ou gravidez simpática/empática, a síndrome de couvade não pode ser considerada uma doença, mas sim um conjunto de sintomas vivenciados pelo homem que será pai em breve.

Mas você sabe como essa condição interfere na vida do casal que está prestes a ter um filho?

A síndrome de couvade

Não se assuste se ouvir que um homem sentiu enjoos em decorrência da gravidez da mulher, A síndrome de couvade, (palavra que tem origem no francês couver, "incubar", "chocar") pode ser definida como um conjunto de sintomas que podem ocorrer nos homens quando a mulher está grávida.

Psicologicamente, esses sinais demonstram, muitas vezes, uma grande vontade de o homem ser pai ou ainda uma forte ligação entre o casal, o que acaba se transformando em uma série de sensações que teoricamente só ocorreriam com a mulher.

E quais são os principais sintomas no homem?

  • Dor abdominal
  • Náusea
  • Azia
  • Dor nas costas
  • Inchaço
  • Aumento ou diminuição do apetite
  • Depressão
  • Alterações respiratórias
  • Cãibras nas pernas
  • Alteração do apetite sexual
  • Ansiedade
  • Inquietação
  • Alterações no sono

Além de sintomas físicos, os homens podem sentir o peso da responsabilidade, combinado ao medo e à insegurança em relação ao futuro, à saúde da mulher e do bebê. Esse estado é descrito por pesquisadores desde a década de 1970. 

As pesquisas demonstram que os sintomas nos homens são mais frequentes em casais que esperam pelo bebê com ansiedade - talvez por terem histórico de aborto ou porque a mulher tem alguma dificuldade para engravidar. Ou ainda no caso de uma gravidez inesperada, justamente pelo fato de as sensações serem vividas de forma muito intensa. 

Embora não venha a causar distúrbios psíquicos, o homem diagnosticado com a síndrome de couvade deve procurar um especialista nos casos em que sua condição fuja do controle, ou seja, passe a incomodá-lo, à sua mulher e pessoas próximas.

Quais são as causas?

Não há causas definidas para a síndrome de couvade. O que se sabe é que talvez seja uma adaptação inconsciente do cérebro para que, no futuro, o “pai” possa se relacionar mais afetivamente com o filho. 

Outras causas investigadas referem-se a mudanças hormonais (redução de testosterona e aumento da prolactina); excesso de empatia (alguns homens tendem a se colocar excessivamente no lugar da mulher); ansiedade e estresse (essa tensão pode estar relacionada à queda de testosterona; e ciúmes (inconscientemente, seja da mãe ou do bebê).

Os estudiosos do comportamento fazem questão de diferenciar a síndrome de couvade de outros transtornos mentais, como, por exemplo, a gravidez psicológica. O que ocorre é que a gravidez psicológica envolve principalmente mulheres, assim como a síndrome de couvade ocorra especialmente em homens.

Acredita-se, segundo as pesquisas mais recentes, que um pouco mais de 50% dos homens cujas mulheres estejam grávidas, desenvolvem sintomas típicos da gravidez - seja em maior ou em menor grau.

Como melhorar o relacionamento do casal durante a gravidez?

Para que os efeitos da síndrome de couvade sejam minimizados, listamos algumas atitudes que podem ser tomadas entre o casal para garantir a intimidade do homem e da mulher durante a gravidez. São elas:

  • Comprar tudo o que é preciso para o bebê juntos.
  • Ir sempre juntos às consultas de pré-natal.
  • Manter um diálogo frequente sobre as transformações durante a gravidez e os próximos passos. 
  • Relatar ao outro o que está ocorrendo diante de uma dificuldade ou algo que está incomodando.
  • Fotografar todos as fases da gravidez, para que eles fiquem na memória como momentos felizes do casal.

Tratamento

Não há um tratamento específico, já que a síndrome de couvade não é considerada uma doença. Os sintomas devem durar enquanto persistir a gravidez. O que é feito é uma terapia de relaxamento, para que esses sinais sejam atenuados.

Sendo assim, ele passará a se sentir mais próximo da mulher e do bebê, exercendo sua função de pai, mas sem a insegurança do passado.