Sete maneiras de educar seu filho com carinho

As crianças precisam adquirir educação, mas também necessitam de atenção, carinho e afeto - sem ofensas, gritos e humilhações

Pai abraçando a filha
Ellen Cristie
Ellen Cristie28, Abril - 20216.3 minutos de leitura

Você já ouviu falar em educação positiva? O termo foi usado pela psicóloga Jane Nelsen, mãe de sete filhos, que se baseou na teoria dos psiquiatras austríacos Alfred Adler e Rudolf Dreikurs. Ela lançou um livro - Disciplina Positiva - em 1981, em que abordava a educação firme, mas gentil, sem autoridade e, por outro lado, sem permissividade. 

Para a autora, a disciplina positiva exige o respeito mútuo. Jane Nelsen reforça valores como cooperação e autodisciplina, ensinando pais e professores a serem firmes, mas, ao mesmo tempo, gentis com as crianças. 

A psicóloga cita cinco aspectos no tratamento com os filhos: 

  • Ajudar a criança a se sentir pertencente e importante
  • Ser firme, mas ser gentil
  • Levar em consideração o que seu filho pensa, sente e aprende
  • Encorajá-lo a lidar com a autonomia
  • Ensinar habilidades sociais, como empatia, respeito etc.

Mas como educar os filhos com carinho?

Abaixo, listamos algumas dicas para que vocês, pais, possam melhorar o relacionamento com seus filhos. Vamos a elas:

Procure se conhecer

Conhecer a si mesmo é a melhor forma de interagir com seu filho e com seu (sua) companheiro (a). O autoconhecimento funciona a partir do momento em que você reconhece suas características individuais e sabe o que é melhor mudar ou não.

Autoritarismo, permissividade, negligência? Para cuidar do seu filho, é preciso se dedicar a você mesmo. Sendo assim, você conseguirá estratégias para ser participativo e interagir com ele, com afeto.

Ame seu filho acima de qualquer coisa

Teoricamente, os pais amam seus filhos. Mas é fundamental destacar a importância de se amar pelo que ele é e não pelo que ele faz. Independentemente de datas comemorativas - como aniversário ou alguma data relevante - é preciso estar presente, fazer parte da rotina, colocando-se no lugar da criança. 

Conheça o universo do seu filho

Seja por meio de conversas, brincadeiras ou troca de experiências, enfim, de um momento “família”, é fundamental que os pais conheçam quem são seus filhos. Convide os amigos do seu filho para sua casa e interaja com eles. 

O importante é construir memórias que, posteriormente, todos os participantes se orgulhem. Além disso, é um carinho a mais de pais para filhos. 

Observe o comportamento dele

Atitudes diárias, habilidades sociais e individuais. Observe as atitudes do seu filho para saber orientá-lo no momento certo, desenvolvendo nele habilidades como altruísmo, autonomia e autoconfiança. 

A partir de suas observações, ensine-o a evitar comportamentos negativos, como choros desnecessários, agressividade e gritos e que tais atitudes não devem ser recompensadas sob nenhuma hipótese.