Endometriose e gravidez

A endometriose é um distúrbio em que o tecido que reveste o útero cresce fora dele, transformando-se em um dificultador para a gravidez

Grávida com a mão sobre a barriga
Ellen Cristie
Ellen Cristie21, Junho - 20215.4 minutos de leitura

Ela é um entrave na vida da mulher que pretende engravidar, porque diminui e muito a fertilidade. Muitas vezes, a cirurgia é o único meio para que o sonho de ser mãe seja realizado. Não é um caminho fácil, mas existe tratamento. Estamos falando da endometriose. 

Mas o que é endometriose?

A endometriose é um distúrbio em que o tecido que reveste o útero cresce fora dele, seja nos ovários, nas tubas uterinas ou no intestino, transformando-se em um dificultador para a gravidez.

Muitas vezes, esse tecido se espalha pela cavidade abdominal, podendo causar obstrução e inflamação em vários órgãos do sistema reprodutor. Com isso, é possível que os óvulos maduros não cheguem às trompas ou então fiquem danificados, assim como os espermatozoides. 

Entre os sintomas, estão: a irregularidade menstrual e dor. 

As mulheres que recebem o diagnóstico de endometriose podem engravidar, mas essa chance cai para 5% a 10%. 

Como ela interfere na gravidez?

Caso a endometriose seja diagnosticada como profunda, ela pode interferir no desenvolvimento da gravidez. Por isso, é importante que a gestante com endometriose seja acompanhada pelo médico para evitar algum evento adverso. Veja abaixo os principais riscos da endometriose na gravidez. 

  • Parto prematuro
  • Maior chance de aborto
  • Maior possibilidade de cesárea
  • Maior possibilidade de gravidez ectópica (fora do útero)
  • Maior risco de eclâmpsia (decorrente da pressão alta)
  • Maior possibilidade de complicações relacionadas à placenta
  • Maior risco de ruptura das veias que irrigam o útero

Qual é o tempo necessário para engravidar?

É difícil precisar em quanto tempo a mulher vai conseguir engravidar depois que faz o tratamento, já que outros fatores interferem nessa condição, a exemplo da idade, número de filhos, tempo de diagnóstico e intensidade da doença. 

O que ocorre, geralmente, é que mulheres jovens e com diagnóstico de endometriose leve conseguem engravidar mais facilmente.

Como aumentar as chances de gravidez?

A mulher com endometriose precisa seguir o tratamento proposto se quer realmente engravidar. Mas alguns cuidados também são importantes para ajudá-la nessa trajetória. São eles:

Saber como funciona o período fértil

Saber exatamente qual é o período fértil da mulher é muito importante para aumentar as chances de gravidez. Programando-se de forma adequada, é possível definir em que dia ocorre a ovulação. 

Consumir alimentos saudáveis

Para que a mulher tenha uma boa qualidade de óvulos e o homem de espermatozoides, é fundamental que o casal tenha uma alimentação rica em ácidos graxos, zinco, ferro, vitamina B6, vitamina E e ômega 3. 

Esses alimentos são importantes para a manutenção dos hormônios responsáveis pela ovulação, resultando, assim, na redução no tempo de espera até a gravidez.

Controlar a ansiedade

A ansiedade talvez seja um dos maiores inimigos da mulher quando ela tenta engravidar e essa tensão pode contribuir para o atraso do processo. É que hormônios associados à ansiedade, como o cortisol, podem desregular outros hormônios - envolvidos na concepção - e reduzir a libido. 

Portanto, tente se acalmar e manter sua rotina inalterada para que pensamentos negativos não alterem seu desejo e seus objetivos. Foque nas consultas e tratamentos, sim, mas sem incorporar essa ansiedade.