Desenvolvimento infantil: a criança de 5 anos

Ela deixa de ser ‘bebezinho’, torna-se independente e começa a realizar várias atividades sozinha

Três crianças brincando em um rio
Ellen Cristie
Ellen Cristie25, Junho - 20215.4 minutos de leitura

Os 5 anos de uma criança são marcados por um melhor controle das emoções e entendimento das necessidades dos outros. Pequenas tarefas e papéis a serem desempenhados dão a dimensão de como as mudanças nas crianças dessa faixa etária são visíveis. 

Uma outra mudança significativa é que, a partir dessa fase, a criança começa a ter os dentes permanentes em contraponto aos dentes de leite, que começam a ser empurrados. 

Mas quais são as principais características da criança de 5 anos? 

Desenvolvimento motor

Talvez esta seja a maior transformação da criança dessa idade. Perceptivelmente, ela deixa de ser ‘bebezinho’ e cresce, e muito. Torna-se independente e começa a realizar várias atividades sozinha - toma banho, se veste, escova os dentes, com a supervisão dos pais. 

Além de ter interesse pelo alfabeto e pelo desenho, ela usa as cores e usa objetos tridimensionais. Adora atividades físicas, pula corda, dança, anda de bicicleta, dá cambalhotas e geralmente toca algum instrumento musical.

Geralmente, a criança de 5 anos tem as seguintes características:

  • Consegue andar numa linha
  • Copia uma cruz
  • Usa frases gramaticalmente corretas
  • É concentrada
  • É corajosa e agitada
  • Brinca com outras crianças
  • Faz imitações
  • Tem uma linguagem compreensível
  • Não gagueja
  • Fica sem os pais
  • Responde aos adultos

Desenvolvimento social

Embora a mãe ainda represente o centro do mundo da criança de 5 anos, ela já consegue brincar com outras crianças, de preferência do mesmo sexo que o seu, sem que necessite constantemente da supervisão dos adultos.

Essa criança está mais calma, copiando o comportamento dos adultos à sua volta. Ela espera sua vez e compartilha brinquedos e objetos com os amigos. Sabe diferenciar menina e menino e gosta de conversar durante as refeições. 

Algumas crianças já começam a perguntar de onde vêm os bebês. 

Desenvolvimento emocional

Medo de escuro, de algum animal, de cair ou de machucar. A criança nessa fase revela alguns medos, mesmo que não tão significativos. 

Pode vir a desenvolver determinados hábitos que até então estavam ‘guardados’, entre os quais estão: roer as unhas, fungar, piscar em excesso. 

Tem mais sensibilidade e desenvolve sentimentos como empatia, colocando-se no lugar do outro. É, por muitas vezes, tímido. 

Desenvolvimento físico

Os dentes permanentes começam a empurrar os dentes de leite. A criança de 5 anos pesa, em média, 22 quilos (menino) e 14 quilos (menina), mede entre 101 e 117 centímetros e dorme entre 10 e 13 horas por dia. 

Prefere usar as mãos que os pés. Já tem condições de cuidar sozinha da sua higiene. Quando é obrigada a comer o que não gosta, pode manifestar dores de estômago ou vômitos. Aceita uma maior variedade de alimentos, desde que a comida não seja tão elaborada. 

Quais são os sintomas que os pais devem ficar atentos? 

Alguns sinais podem até mesmo ser temporários, mas caso permaneçam, eles precisarão ser avaliados por especialistas. Experimente, primeiro, contactar o pediatra para saber qual é o melhor encaminhamento. 

  • Falta de empatia
  • Agressividade
  • Irritabilidade
  • Choro excessivo
  • Alteração do sono
  • Dificuldade em interagir com outras crianças ou adultos
  • Alteração na alimentação
  • Teimosia
  • Birras constantes

Linguagem e aprendizagem

Aos poucos, a criança de 5 anos começa a compreender o significado das palavras e já consegue integrá-las em diferentes contextos do cotidiano.

É uma fase de apreensão de um novo vocabulário, da aplicação correta das palavras e da compreensão do que está sendo dito, do que está sendo recebido, não mais para saber o nome das coisas, mas, sim, o seu significado.

Essa criança também começa a ter noção do tempo, conseguindo definir dias, semanas, meses e anos.


Veja as principais transformações na linguagem durante essa fase: 

  • Capacidade de definir sinônimos e antônimos
  • Melhor pronúncia das palavras
  • Conta e reconta histórias, incorporando nova palavras
  • Ampliação do vocabulário e inserção de novas palavras em seus discursos
  • Melhor memória auditiva
  • Estrutura mais complexa da frase
  • Expõe sua opinião quando é solicitada
  • Participa de discussões de grupo, sempre esperando sua vez

Como se vê, a criança de 5 anos já consegue distinguir o que é certo e o que errado, desenvolvendo noções do que é justo ou injusto. 

A criatividade está no auge e isso é refletido nos trabalhos de desenho em papel, que tornam-se mais complexos e cheios de elementos. É uma criança adorável. Boa sorte!