Desenvolvimento infantil: a criança de 4 anos

Nessa idade, ela passa a perceber-se no mundo, reduzindo as birras e os choros desnecessários

Criança de quatro anos pulando
Ellen Cristie
Ellen Cristie22, Junho - 20215.3 minutos de leitura

Muitos especialistas costumam dizer que aos 4 anos a criança começa um processo de maturidade. Passados os “terríveis” 2 e 3 anos - como é chamada “carinhosamente” essa faixa etária, essa criança, sem dúvida, está um pouco mais tranquila.

A partir de agora, ela passa a perceber-se no mundo, reduzindo as birras e os choros desnecessários. É claro que os “chiliques” ainda ocorrem, mas em menor frequência e intensidade. 

A criança de 4 anos consegue conversar melhor e explicar seus sentimentos de forma que seja bem interpretada. 

Principais características de uma criança de 4 anos

Comportamento

Ela já se veste e se calça praticamente sozinha, sem a necessidade de ajuda, assim como come sozinha, utilizando razoavelmente o garfo, a faca e a colher.

Consegue pentear o cabelo e escovar os dentes, embora os pais ainda tenham que auxiliar na escovação.

A coordenação motora já está bem desenvolvida, o que faz com que ela desempenhe bem determinadas funções, como:

  • Lidar bem ao driblar, pegar e jogar a bola.
  • Andar em linha reta
  • Empilhar objetos
  • Segurar bem o lápis e fazer desenhos
  • Correr e saltar obstáculos 
  • Subir e descer degraus
  • Saltar com um dos pés
  • Usar uma tesoura infantil

Cognição

Há um salto cognitivo das crianças nessa faixa etária, inclusive de entendimento do mundo, das questões cronológicas de distinção do hoje, do ontem e do amanhã. Entre as principais características, os pais podem observar o desempenho de funções, como:

  • Falar fluentemente, formando frases completas
  • Perceber a rotina diária de casa
  • Ter longas conversas
  • Fazer muitas perguntas
  • Responder às perguntas
  • Distinguir passado, presente e futuro
  • Escrever o próprio nome (algumas crianças)
  • Inventar palavras
  • Cantar
  • Decorar o telefone dos pais
  • Dizer o nome completo
  • Responder a duas ou três ações solicitadas
  • Ordenar objetos do maior para o menor ou vice-versa
  • Reconhecer formas como círculo, triângulo, quadrado
  • Perceber cores, tamanhos, texturas, tempo, distâncias, posições
  • Conhecer as cores (de seis a oito)
  • Contar objetos (até sete), nem sempre em ordem
  • Concentrar em determinadas atividades (até 15 minutos)

Emoções

Embora ainda tenham dificuldade em separar o que é real e o que é fantasia, devido à imaginação aguçada, essa fase é muito importante em termos de desenvolvimento emocional.

As crianças de 4 anos podem vir a mentir para tentar se proteger, mesmo que não tenham noção de que estão mentindo. Também desenvolvem sentimentos como raiva, ciúmes, confiança, perigo (de escuro, monstros etc.).

É possível destacar características, como:

  • Ter imaginação fértil
  • Ter pressa para tudo
  • Sentir ciúme
  • Ter confiança em si mesma
  • Ter medo de escuro, ‘monstros’
  • Começa a ter noção de perigo
  • Mentir para se proteger (mas sem perceber que é mentira)
  • Ter espírito de cooperação
  • Gostar de se exibir
  • Fazer ‘ameaças’
  • Ser agressiva algumas vezes
  • Sentir raiva e frustração
  • Fazer birra algumas vezes
  • Exprimir sua desaprovação verbalmente
  • Saber trabalhar a raiva e a frustração

Sociabilidade 

A independência marca o desenvolvimento social da criança de 4 anos. Apesar disso, essa criança ainda precisa da aprovação dos adultos e da companhia dos pares.

Sabe brincar em equipe, divide brinquedos, mas também muda as regras da brincadeira e às vezes se queixa de outras crianças. 

Uma característica forte dessa faixa etária é que a criança adora contar histórias - geralmente inventam um amigo imaginário - e liderar grupos. 

As brincadeiras sempre envolvem personagens, como: médico, professor, rei, rainha etc.

Alguns itens são definidores da criança de 4 anos. São eles:

  • Gostar de brincar com crianças da mesma idade
  • Ficar mais independente dos adultos
  • Gostar da aprovação deles 
  • Brincar, de preferência, com crianças do mesmo sexo que ela
  • Saber partilhar objetos com outras crianças
  • Nomear outras crianças
  • Brincar em grupo
  • Gostar de alterar as regras da brincadeira
  • Querer ser o líder
  • Gostar de contar histórias e piadas
  • Gostar de imitar os pais
  • Gostar de perguntar porquê
  • Gosta de fazer o papel da professora, da polícia, do bombeiro etc. 

O que é mais importante é que a partir dos 4 anos, a criança recebe noções que farão parte da história dela para o resto da vida. Por isso, é fundamental que os pais tenham consciência disso - desenvolvendo sentimentos como compreensão, carinho e paciência - e façam o que for melhor para o desenvolvimento do filho.