Como Ser Um Pai Presente Após a Separação

Como Ser Um Pai Presente Após a Separação
Ellen Cristie
Ellen Cristie23, Janeiro - 2021

Amor, carinho e dedicação do pai e da mãe, é possível? Após a separação, geralmente os filhos ficam com a mulher. O pai sai de casa e a mãe passa a tomar conta de tudo (ou quase tudo) que diz respeito ao dia a dia dos filhos.

Mas e o pai? Como se tornar presente em um momento delicado como esse, com tantas mudanças na vida de toda a família? Como não ser tachado de ausente ou de ter abandonado os filhos?

Para responder a essas questões, vamos dar algumas dicas para que você continue presente na vida do (s) filho (s), de uma forma tranquila e divertida. Acompanhe:

Converse carinhosamente com seu filho

Assim que os pais decidem se separar, é fundamental que haja uma conversa para que o filho entenda o que está ocorrendo. O mais importante é dizer que a relação entre pai e filho vai continuar a mesma e que a intenção é que ambos estejam presentes um na vida do outro. Não discuta, não brique e não grite. Mantenha a serenidade.

Aproveite as oportunidades

Prepare-se para começar a perceber as oportunidades. Veja seu filho sempre que puder e não perca a chance de dizer quanto o ama, quanto ele é importante na sua vida.

Continue agindo como agia quando estava casado, tentando não se distanciar dele e nem entrar em conflito com sua ex-esposa na frente dele. É importante também não maximizar a saudade e a carência que porventura possam ocorrer. Tente mostrar que você está bem e tem uma boa relação com a mãe dele.

Quando não puder estar presente, ligue

Seja por motivo de trabalho, viagem ou algum imprevisto, ligue para seu filho e avise-o que não poderá comparecer, converse sobre o dia a dia dele, se ele está se alimentando, se está indo bem na escola etc. Tente programar o fim de semana, diga a ele que em breve vocês estarão juntos e que você dará notícias suas a ele sempre que for possível.

Seja companheiro

Faça parte da vida do seu filho. Aproveite para brincar com ele, passear, ir a parques, zoológico, museus, praças etc. Conte histórias, vá ao cinema, lanche com ele, assista a um desenho com ele, faça-o rir. É o famoso sentar e vivenciar experiências ao lado dele e não simplesmente chamá-lo para ir a sua casa.