5 maneiras de ajudar seu recém-nascido a dormir

5 maneiras de ajudar seu recém-nascido a dormir
Ellen Cristie
Ellen Cristie2, Dezembro - 2020

Imagine-se até bem pouco tempo…Há nove meses, você estava com um barrigão, à espera do nascimento do seu filho. Ele vivia em um lugar aconchegante, seguro e livre das intempéries do mundo exterior. Pois é.

Agora, ele enfrenta as aventuras de um mundo novo, sob os olhares atentos de seus cuidadores. Ele cresceu e várias características físicas e emocionais vão mudando ao longo dos meses. Assim como os hábitos de sono.

Para ajudar o recém-nascido a dormir, listamos abaixo 5 dicas que podem auxiliar os pais a desenvolverem técnicas para que o bebê alcane um sono de qualidade. Veja as recomendações:

1. Aprenda os sinais de que seu bebê está cansado

Seu bebê está esfregando os olhos, puxando a orelha ou está mais agitado do que normalmente? É que durante as primeiras seis a oito semanas, é raro que o bebê consiga ficar acordado por mais de duas por vez.

O ideal é não esperar muito tempo para colocá-lo na cama, justamente porque ele pode vir a ficar muito cansado e, posteriormente, ter dificuldades para pegar no sono. Portanto, não perca tempo. Se você observar os sinais citados acima ou uma certa sonolência, tente colocá-lo para dormir imediatamente.

Como o tempo, essa percepção passa a ser algo natural. Geralmente, dada a convivência, as mães passam a desenvolver um sexto sentido, e começam a identificar um determinado padrão para seu filho.

2. Faça brincadeiras diurnas, nunca noturnas

É importante “distrair” o bebê ao longo do dia. Mantenha-o acordado, interagindo com ele o máximo possível. A casa e o quarto devem estar claros, assim como os sons normais da rotina.

Como o passar dos dias, o bebê vai perceber que durante o dia as pessoas ficam acordadas e que geralmente dormem à noite. Se o bebê adormecer durante as mamadas, tente mantê-lo alerta. Provavelmente, mais tarde, ele terá uma boa noite de sono.

3. Mantenha a noite calma

Um erro muito comum dos pais é tentar “cansar” o bebê à noite para que ele durma melhor. Essa estratégia pode sair pela culatra, Mantenha as luzes e o nível de ruído mais baixos. Não grite e tente reduzir os barulhos da casa.

Já na hora da soneca, há luzes próprias para escurecer o quarto, sem deixá-lo totalmente no escuro. Em pouco tempo, o bebê perceberá que a noite foi feita para dormir.

4. Considere começar uma rotina de hora de dormir

Cantar uma música de ninar, trocar o bebê para dormir e dar um beijo de boa noite são formas de, aos poucos, mostrar a ele a importância da rotina de sono. Os primeiros dias serão difíceis, mas não desista. É importante que esse início dure, pelo menos, três semanas, até que bebê se acostume.

O choro não significa, necessariamente que ele esteja sofrendo, mas sim se adaptando a um novo tipo de rotina. É importante ficar ao lado dele enquanto chora, mas nunca retirá-lo do berço. Aos poucos, vá aumentando o espaço para atendê-lo, até que ele perceba que não é chorando que você vai pegá-lo no colo.

Ler um livrinho em voz baixa também pode ser uma boa técnica. Além disso, é fundamental observar seu bebê e como ele reage a esses estímulos.